10 peças que nunca saem de moda!

Por Tay Fernandes


Você já deve ter se perguntado em algum momento da vida quais seriam as peças de roupa que não saem de moda e, que por consequência, seriam as melhores para investir.


A primeira coisa que deve ser dita é que a atemporalidade de uma peça está diretamente ligada com a duração no seu armário.


A ideia de uma peça atemporal é que ela transite em diversas fases da sua vida sem que precise ser substituída.


Esse fator também contribui para uma forma de consumo mais sustentável, principalmente quando se é possível investir em roupas de alta qualidade.


A qualidade das peças de roupa atemporais também é essencial.


Se você quer que suas roupas te acompanhem por cinco ou dez anos, por exemplo, de nada adianta investir em roupas de qualidade baixa e que mal chegarão ao seu primeiro ano de vida.


Quando tratamos de peças atemporais, tratamos de qualidade acima de quantidade.


Agora, quais são essas peças atemporais?

1) Blue jeans reto

2) Calça de alfaiataria

3) Saia lápis

4) Camisa branca

5) Camiseta Branca

6) Jaqueta jeans

7) Jaqueta de couro

8) Blazer

9) Vestido Midi

10) Vestido Tubinho



10 peças que nunca saem de moda!

O blue jeans reto

mulher usando blue jeans, uma peça que nunca sai de moda reto e salto

A calça jeans azul é uma peça clássica desde o seu nascimento e foi se reformulando ao longo do tempo para ficar a par dos trends da época vigente.


Mas uma coisa a ser notada é que independente da altura da cintura, o jeans reto sempre teve um espaço grande quando falamos de atemporalidade.


Além do jeans reto poder ser combinado de diversas maneiras, indo desde um look completamente despojado e dentro do estilo natural/esportivo até as produções mais elegantes, também valoriza a maioria das silhuetas com equilíbrio e elegância.


Novamente trazendo o assunto de sustentabilidade somada a atemporalidade, investir em um bom par de jeans te garante anos e anos de uso, diminuindo o consumo e a necessidade de produção da peça.


Calça de alfaiataria

mulher usando calça alfaiataria e tênis, look que está sempre na moda

Se você vive no mundo corporativo sabe como a calça de alfaiataria pode ser um item indispensável no guarda-roupas.


Assim como a calça jeans, essa peça sofreu alterações ao longo dos anos para se adequar as tendências do momento, mas sempre com seu lugar garantido nos looks de quem precisa trazer elegância por onde anda.


Hoje em dia vemos diversos modelos e cores de calças de alfaiataria, por isso é importante dizer que os modelos clássicos com cintura alta e média, de tecidos estruturados e cores escuras são as peças que ganham esse título de atemporalidade.


Por serem discretas, escuras e estruturadas se fazem de de fácil coordenação com outras peças, prolongando sua vida útil.


Para saber se esse modelo irá ou não ser atemporal no seu armário, é importante fazer um cálculo de quantas vezes você irá usar a peça por semana.


Somando esse ponto ao seu estilo atual e intenção de imagem futura, você conseguirá perceber se vale ou não a pena investir em um bom modelo.

A saia lápis

mulher usando saia lápis xadrez com camisa branca e chapéu

A clássica saia lápis (ou tubinho) já pode ser considerada um item atemporal.


Ela está em alta desde meados dos anos 1940, sendo uma representação da necessidade de praticidade para as mulheres que passaram a trabalhar durante a Segunda Guerra Mundial.


Dentre todas as peças atemporais, esta é a que menos sofreu alterações com o passar dos anos, sendo em geral de cintura alta, abaixo dos joelhos e com uma fenda sutil na parte traseira para garantir movimento, sempre foi apresentada em diversas cores.


Na hora de representar os sete estilos universais, a saia lápis faz um ótimo trabalho, uma vez que alterando seus tecidos, materiais e estampas, pode comunicar qualquer um deles com maestria.


A camisa branca

mulher usando camisa branca e jeans

Sendo de um branco puro ou off white, de algodão ou seda, a camisa branca se faz presente como uma das peças mais clássicas do guarda-roupa feminino.


A camisa branca consegue, mesmo em seus mais variados modelos, transmitir essa atemporalidade e elegância de maneira simples e marcante, transformando looks básicos em composições cheias de estilo e personalidade.


Esta é, sem dúvidas, mais uma peça de roupas que vale a pena investir caso faça parte de seus planos tê-la por um longo período.


A camiseta branca

victoria beckham usando camiseta branca e jeans

Sendo a irmã despojada da camisa, a camiseta branca de algodão é uma peça que comunica jovialidade e descontração de maneira atemporal.


É uma das peças de mais fácil combinação e tem o poder de se transformar e se adaptar dependendo do que se é colocado junto.


Falando sobre peças com poder de mutação e comunicação de diversos estilos, a camiseta branca sozinha comunicará a praticidade do estilo natural, mas, quando colocada com joias com formas geométricas ou materiais alternativos, pode ser a base perfeita para a comunicação do estilo contemporâneo.


Esse poder de transição entre looks e transformação é o que faz da camiseta branca uma peça atemporal no armário de quem as possui.


É também daquelas peças que vale a pena investir, já que acaba sendo uma “companheira” para todas as horas e looks.


A jaqueta jeans

mulher usando jaqueta jeans

Falando sobre terceiras peças, a jaqueta jeans é um item que sofre transformações constantes ao longo de sua história, sendo apresentada como cropped, em seu tamanho comum ou oversized, sempre se faz presente nos looks de modelos famosas consideradas estilosas.


É, assim como a camiseta branca, um item com poder de transitar em diversos estilos, mas, no caso da jaqueta jeans, ela dará sempre o toque final ao look, deixando o visual mais despojado e com cara de que foi mais elaborado, ainda que prático e simples.


A jaqueta de couro

mulher usando jaqueta de couro e jeans

Diferente da jaqueta jeans, a jaqueta de couro traz impacto.


Ela é a finalização perfeita para quando se quer transformar um look básico e despojado em um visual cheio de poder e segurança.


A peça sozinha já carrega consigo uma história de força e aventura, muito bem caracterizada pelos roqueiros e motoqueiros, precursores de seu uso no dia a dia.


A jaqueta de couro, em sua forma clássica, preza por sua história.


E essa pegada bad-ass está ligada também a sua duração.


Quanto mais tempo se passa com uma jaqueta de couro no armário, mais histórias se vive com ela e, consequentemente, transforma a peça em um item quase que “companheiro”, transpondo o tempo e tendências de moda.