Fique por dentro: 10 Tendências da SPFW

Vocês já sabem que estamos ligadas em absolutamente todas as tendências que surgem nas passarelas.


Obviamente, assistimos aos desfiles da São Paulo Fashion Week intercalando anotações no bloco de notas e no fiel escudeiro bloquinho de papel e caneta.


Afinal de contas, cite um lugar melhor para entender quais serão as próximas tendências que vão dominar a cabeça das fashionistas?! Não há!


Entre desfiles online e presenciais, a edição número 53 da SPFW foi um verdadeiro sucesso, comprovando que a moda é mutante e que tendências antigas nunca morrem.


Separamos 10 tendências que nos chamaram mais atenção nos desfiles e trouxemos aqui para o Blog da Neuf.


Queremos saber o que vocês mais gostaram também, afinal de contas, essa troca também é tão importante quanto.


Vamos à lista!


Bonés


Originalmente utilizado para proteger a cabeça e os olhos da luz solar, o tão popular boné com aba frontal ficou por muito tempo restrito ao streetwear, mas agora está ganhando força em outros territórios, como alfaiataria e produções refinadas.


Cores Vibrantes


As cores quentes costumam entrar em listas de tendências nas estações mais quentes como o verão.


Acredito que devido a força e alegria que essas cores demandam, principalmente nessa situação em que ainda vivemos, perduraram durante o tempo mais frio.


Graças ao dopamine dressing, as cores vibrantes, intensas e estouradas conseguiram resistir até mesmo à próxima temporada de Primavera/Verão.


Maxibolsas


Vivemos literalmente na era das maxis: maxicolares, maxibrincos e, claro, as maxibolsas que roubaram a cena na última edição da São Paulo Fashion Week.


As maxibolsas apareceram desta vez em vários modelos, com clutches, bolsas de ombro, revisitando coleções passadas que traziam versões mais sofisticadas.


Estampas exuberantes


Já falamos sobre as cores fortes, em especial vermelho e rosa, que tomaram as passarelas da São Paulo Fashion Week, mas outra tendência também teve um diferencial nesta edição: as estampas coloridas e exuberantes.


Das mais criativas até as mais descoladas, as estampas ganharam variações e desenhos que combinavam perfeitamente com a proposta das marcas.


Motorcycle


A tendência Motorcycle é, sem a menor dúvida, uma das mais sexies da temporada.


O visual que remete ao fetichista da trend motocross tem muitos elementos marcantes, que beiram o caricato.


Luvas grandes, jaquetas, silhueta ajustada com arremates de fivelas e zíperes foram destaques nesta edição.


Artistas como ROSALÍA e Luisa Sonza são referências nesta tendência.


Material acetinado


Tecidos acetinados também estão de volta à passarela da São Paulo Fashion Week, de forma polida e com alto design.


O cetim e a seda saíram dos eventos noturnos para ganharem espaço na luz do dia. Trazendo elegância e um ar mais discreto, essas peças não são difíceis de usar e combinar.


Gravatas


Um acessório super prático que está de volta à moda é a clássica gravata, que muitas vezes foi apontada como símbolo de masculinidade e que hoje é um dos acessórios mais quentes da temporada.


Na São Paulo Fashion Week, as gravatas ganharam novas utilidades, sendo transformadas em braceletes, pulseiras e até lenços de bolsas.


Transparência


Já sabemos que a transparência foi uma tendência que chegou aos poucos, mas que definitivamente conquistou um espaço muito importante no mundo da moda, trazendo ousadia e dando um toque todo especial ao look.


As peças apresentadas nesta edição trouxeram um ar dramático, cheio de mistério, mas com muita leveza. Foi, de fato, uma das principais apostas das marcas nas passarelas.


Volume


Se o volume está pouco, aumenta!


E isso serve tanto pra música, quanto pra moda. Muito volume nas peças foi um dos destaques desta edição.


Babados e sobreposições trouxeram o efeito poderoso para as passarelas.


Peças com proporções valorizadas com babados, mangas amplas, modelagens cheias e tecidos em evidência viram protagonistas dos looks.


Alfaiataria moderna


A alfaiataria continua super em alta e mais democrática do que nunca, andando de mãos dadas com a elegância e a sofisticação.


Peças desconstruídas se misturaram com as mais tradicionais, trazendo cortes elegantes, menos careta e mais divertidos.